Menu
mecânico trabalhando

6 dicas para que os pneus do seu carro durem mais

0 Comments


Você sabe como fazer com que os pneus do seu veículo durem mais? Esse é um conhecimento importante, já que eles são itens de segurança e foram feitos para permitir a movimentação do veículo, aguentar o seu peso e encarar as adversidades da estrada.

Por causa disso, eles são também a parte que mais sofre desgaste dentro de um veículo. Talvez você nunca tenha trocado uma peça da sua suspensão ou o pedal da embreagem, mas com certeza já precisou trocar um pneu.

Portanto, é importante cuidar para que os pneus durem mais, conservem-se e trabalhem por mais tempo. Por exemplo, um pneu bem cuidado pode passar dos 60 mil quilômetros de rodagem e ainda continuar trabalhando.

Isso permite que você mantenha a segurança do seu veículo e poupe dinheiro. Ótimo, não é? Então siga a leitura e veja as 6 dicas que separamos para você cuidar dos seus pneus!

1) Tenha cuidado ao dirigir o seu veículo nas ruas e estradas

A maneira como dirigimos tem impacto direto na vida útil do jogo de pneus. Acelerações e freadas bruscas, por exemplo, são muito desgastantes e devem ser evitadas a todo custo.

Quando encontrar um buraco (tão comum em ruas e estradas brasileiras), reduza a velocidade e não tente encarar o problema de frente (o impacto do buraco pode romper a câmara de proteção interna do pneu e soltar o ar, formando bolhas). O ideal, portanto, é contornar esses obstáculos.

Outro ponto a ter cuidado é com as lombadas. O recomendado aqui é diminuir a velocidade e alinhar o veículo para que você possa passar por elas com as duas rodas de cada eixo ao mesmo tempo.

carro branco na estrada
Car ride on road in sunny weather, motion blur

2) Faça o rodízio para que os pneus durem mais

Muitos motoristas não realizam o rodízio de pneus conforme indicado pelo fabricante. Consideram que é uma “bobagem”. Mas, não é bem assim.

O rodízio de pneus ajuda a aumentar a vida útil do seu jogo e pode fazê-lo durar duas vezes mais do que o normal, sabia?

A razão disso é simples: na maior parte dos veículos, o motor fica localizado no eixo da frente, com o sistema de tração no eixo traseiro.

Isso faz com que a maior parte da carga de trabalho vá para os pneus da frente, que acabam se desgastando até 3 vezes mais no processo.

Por isso é importante fazer o rodízio para nivelar o desgaste entre todos os pneus do jogo. Assim, eles duram muito mais tempo e você não precisará comprar pneus tão cedo.

O recomendado é fazer o rodízio seguindo as instruções do fabricante, já que a lógica muda de acordo com o posicionamento da tração e se os pneus são direcionais ou não.

3) Não estacione seu carro em cima de guias ou escorado

Um erro muito comum que motoristas cometem no Brasil é estacionar o veículo escorado no meio-fio ou subir em cima das guias da calçada para parar o carro.

Isso pode parecer inofensivo, mas coloca em risco a saúde dos pneus do veículo, especialmente da câmara interna.

Quando a gente para escorado no meio-fio, os pneus dianteiros ficam “presos” entre o peso do veículo e a resistência da guia. Por causa disso, recebem muita pressão.

Eventualmente, essa pressão rompe a câmara interna do pneu e o ar vaza, formando bolhas. A partir daí seu pneu ficou inutilizado, já que ele pode estourar a qualquer minuto.

Subir em cima da guia da calçada traz o mesmo risco pelo impacto que os pneus sofrem no processo. Portanto, evite os dois hábitos quando for estacionar.

4) Não use pneus com desenhos diferentes no mesmo eixo

Você já reparou que pneus contam com diferentes desenhos na sua superfície? Isso acontece porque cada tipo de textura gera um benefício diferente para o motorista na hora de dirigir.

O ideal é que você mantenha no mesmo eixo pneus com o mesmo desenho. São duas razões simples para isso, e as destacamos a seguir.

A primeira é que pneus com desenhos diferentes se anulam, ou seja, você perde os benefícios que ambos ofereciam ao seu carro.

Além disso, pneus com desenhos diferentes no mesmo eixo vão desgastar mais rápido pois contam com aderências distintas à pista. Isso fará com que ambos saiam prejudicados até estarem nivelados em termos de desgaste (quando será tarde demais).

Para que os pneus durem mais, você precisará ter esta regra em atenção: os de mesmo desenho vão sempre no mesmo eixo.

5) Faça o alinhamento das rodas em uma oficina de confiança

Sabe quando você sente o carro puxar para um lado específico, para esquerda ou direita, quando está dirigindo? Se você soltar o volante, o veículo vai direto para aquele lado?

Isso é um sintoma clássico de um carro desalinhado. Esse problema pode ser facilmente corrigido em uma oficina mecânica de confiança e traz prejuízos sérios para o carro.

Os dois primeiros são financeiros: um carro desalinhado consome muito mais combustível do que um que não tenha esse problema. Além disso, os pneus se desgastam muito mais quando há desalinhamento.

Portanto, você precisaria comprar um pneu novo antes da hora necessária, além de gastar mais combustível para rodar.

O outro problema é de segurança: um carro desalinhado coloca muita pressão na suspensão, o que pode causar uma falha crítica em um momento importante.

mecânico calibrando pneus
Seasonal Tire Replacement. Car Service Worker Replacing Vehicle Tires and Rotate the Wheels.

6) Cuide da calibragem do pneu para não  desgastá-lo demais

Um dos pontos que mais tem impacto no desgaste dos pneus é a sua calibragem. Se ele estiver com pressão demais ou de menos, vai rodar de maneira errada e perder vida útil.

Um pneu com pressão em excesso fica com a sua faixa central mais pesada. Isso faz com que só essa parte encoste na pista, com as laterais não trabalhando.

Por causa disso, o desgaste fica concentrado no centro do pneu, diminuindo sua vida útil.

O contrário também é verdadeiro: um pneu com pressão insuficiente fica com as laterais mais pesadas. Só os flancos encostam no chão, com o centro não tendo aderência ao solo.

Isso também diminui a vida útil do pneu ao concentrar o desgaste nas laterais. Por isso é importante garantir que a calibragem esteja de acordo com as especificações do fabricante.

Como pudemos observar, existem alguns cuidados simples que você pode tomar na sua rotina diária para garantir que os pneus do seu veículo durem mais. Seguindo as dicas, você não terá grandes problemas nessa área.

Aproveite que você está por aqui e conte pra gente: qual dessas informações você ainda não conhecia? Deixe um comentário abaixo com a resposta!