5 dicas para se tornar piloto comercial

0 Comments

Se você busca por dicas para se tornar piloto comercial, veio ao lugar certo. No artigo de hoje, ensinaremos algumas informações que ajudarão a perseguir o seu sonho de voar e ser o comandante de uma grande empresa aérea nacional ou internacional.

Ser piloto comercial é um sonho para muita gente. Além do bom salário (a média nacional é de R$9.000,00, mas muitos podem ganhar mais do que isso), a profissão permite que você conheça muitos lugares e viva muita estabilidade. Afinal, a BBC fez uma reportagem recentemente sobre como não há crises na área.

E aí, se interessou em entrar na profissão? Então siga a leitura para conferir as principais dicas para se tornar piloto comercial e aprenda como se preparar para essa carreira!

5 dicas para se tornar piloto comercial

Veja abaixo algumas das principais dicas para se tornar piloto comercial!

1. Faça um bom curso

Ser um piloto de avião é uma profissão que exige conhecimento acadêmico, especialmente se você pretende seguir carreira de comandante de empresa aérea, que é onde está a maior estabilidade e melhores salários também. Por isso, é essencial fazer um bom curso de piloto comercial, especialmente em uma faculdade reconhecida.

Existem muitas instituições de ensino que são focadas na área e que permitem que o estudante saia de lá formado como bacharel em Ciências Aeronáuticas e possa entrar na profissão.

É claro que existem outros cursos para pilotos por aí, mas muitos deles não dão a carga de aprendizado necessária para quem quer ser piloto comercial. Grande parte dos cursos ensina apenas o suficiente para quem quer voar por conta própria ou fazer pequenos voos de monomotores para irrigar lavouras ou situações do tipo.

Quem quer trabalhar com uma companhia aérea, especialmente as internacionais, precisa de uma qualificação mais intensa e um curso para pilotos em uma faculdade é o ideal.

2. Aprenda idiomas

Um piloto comercial é alguém que vai viajar, possivelmente, por vários países. Talvez ele pegue a rota entre o Brasil e países da América do Sul, mas talvez trabalhe na rota para a Europa, Ásia, América do Norte ou África.

Seja como for, é essencial que ele saiba falar mais do que um idioma para poder seguir bem na profissão. O inglês é um idioma básico para ser piloto, até porque a maior parte dos manuais, instrumentos e tecnologia em relação à profissão estão nessa linguagem.

No entanto, é fundamental também conhecer outros idiomas, especialmente quem tem o desejo de trabalhar internacionalmente. Algumas boas opções são:

  • espanhol;
  • francês;
  • alemão;
  • mandarim;
  • japonês;
  • italiano;
  • russo.

2. Pratique mais do que o mínimo

Segundo o RBAC 61, que regulamenta a profissão, é necessário que um piloto tenha no mínimo 200 horas de instrução e voo solo (ou 150 horas se feitas em uma escola homologada) para poder ser um piloto comercial. No entanto, esse é o mínimo. Não significa que deva ser o quanto você deverá ter. Pelo contrário, você deve sempre praticar e praticar para poder se tornar um piloto cada vez melhor.

Além disso, é importante ter em mente que muitas empresas aéreas exigem certas quantidades de hora antes de contratar alguém, mesmo que seja para a parte mais baixa da hierarquia. Portanto, se você quer ter uma boa perspectiva de carreira, pratique sempre que puder.

3. Seja paciente

Se você quer ser um piloto de avião comercial, é provável que sonhe com a possibilidade de pilotar um voo internacional. Possivelmente algo como a rota São Paulo – Londres, por exemplo.

No entanto, saiba que esse é o topo da carreira. Antes disso, você passará por várias e várias experiências diferentes até conseguir a idade necessária ou as horas de vôos exigidas para assumir cargos maiores.

Portanto, seja paciente até chegar nesse ponto. É importante começar a trabalhar e acumular horas de vôo (e experiência) antes de poder chegar no seu cargo dos sonhos.

4. Aprenda com os mais experientes

Durante a sua formação e até mesmo na sua carreira, você interagirá com pessoas que serão seus superiores e outros pilotos com mais experiência do que você. São pessoas que enfrentaram situações que você não enfrentou, tanto questões de perigo, quanto obstáculos no ambiente corporativo.

Portanto, aproveite a oportunidade e aprenda com essas pessoas sobre a profissão, como explorá-la ao máximo e como ultrapassar problemas.

5. Desenvolva uma conduta exemplar

A carreira de piloto de avião comercial é vista como um mundo cheio de aventuras, cada dia em uma cidade e sempre no ar. No entanto, é essencial que um piloto desenvolva uma conduta exemplar durante toda a sua carreira.

Em primeiro lugar, um comandante interage com dezenas de colegas de trabalho diariamente, desde mecânicos até comissários de voos. Além disso, ele interage (e é responsável) pelos passageiros que estão em seu avião.

Portanto, dedique um tempo para desenvolver a sua conduta e sua ética de trabalho. Isso será essencial para uma carreira duradoura e cheia de recompensas.

E aí, gostou das nossas dicas para se tornar piloto comercial? Comente abaixo se você tiver alguma dúvida sobre o assunto!