interior de um carro

5 dicas para comprar carro usado pela primeira vez

0 Comments
interior de um carro

Para quem vai comprar um carro usado pela primeira vez, a tarefa pode parecer assustadora. Afinal, quantas vezes você não viu ou ouviu relatos de gente sendo enganada por mecânicos, vendedores ou anúncios online?

Entretanto, comprar carro usado não precisa ser uma tarefa de risco. Com alguns cuidados básicos, é possível fazer a compra sem problemas ou danos para a sua vida financeira.

Para isso, listamos algumas dicas que ajudarão você no momento em que decidir comprar um carro usado pela primeira vez. Veja abaixo quais são!

1. Sempre verifique os vidros quando comprar carro usado

Uma prática comum no mercado é comprar em leilão um carro sinistrado e, logo em seguida, tentar revendê-lo por um preço maior.

Um carro sinistrado, para quem não conhece, é um veículo que se envolveu em algum sinistro de um seguro de automóveis, como uma batida, por exemplo.

O problema é que, em alguns casos, os veículos sinistrados não estão em boas condições para a venda, mas recebem um tratamento superficial e enganam os compradores.

A melhor maneira de evitar essa situação é verificar os vidros do veículo. Por lei, todos os vidros vêm com a inscrição do número do chassi. Se houver algum diferente ou sem número, você sabe que aconteceu alguma coisa com aquele veículo.

verificando vidros

2. Verifique a situação legal do carro antes de comprá-lo

Um grande risco ao comprar carro usado é ter a aquisição anulada na Justiça por causa de algum problema jurídico. E, acredite, isso acontece com frequência.

Eventualmente, a pessoa que está vendendo o carro não é a proprietária original e não passou o veículo para o seu nome. Pode ser que ela tenha dívidas e o automóvel foi dado como garantia, não podendo, portanto, ser vendido.

Seja como for, é importante que a situação legal do seminovo esteja em ordem para que a transação não seja contestada judicialmente depois.

Se isso acontecer, é possível que você perca o carro e tenha que brigar para receber o dinheiro já pago pela compra.

Por isso, peça cópias dos documentos do carro e do vendedor antes de fechar negócio e solicite a um advogado que faça uma busca por processos para saber se a situação do veículo está em ordem.

3. Compare a quilometragem do carro seminovo

A quilometragem de um veículo seminovo é um dos principais aspectos a considerar antes de fechar o negócio.

A razão é simples: quanto mais rodado, maior a chance de dano acumulado nos sistemas interiores e maiores serão os cuidados necessários na manutenção do carro (e, portanto, ele fica mais caro em longo prazo).

Por isso, analise a quilometragem rodada do veículo com base na sua idade. O ideal é que ele tenha percorrido, em média, cerca de 13 mil quilômetros por ano.

Um carro com 10 anos, portanto, teria de ter algo como 130 mil quilômetros rodados, variando para  um pouco mais ou um pouco menos.

Se estiver nessa média, não há muito com o que se preocupar. Já carros muito acima desse limite podem ter danos internos acumulados. Por isso, pergunte ao vendedor se foram feitas reformas internas no veículo.

Mas atenção: é possível que pessoas de má-fé adulterem a quilometragem do carro para enganar os possíveis compradores. Entretanto, só é possível ter certeza da adulteração com um scanner sofisticado usado por oficinas mecânicas especializadas.

Uma maneira de você se precaver contra a adulteração é pedir para checar o manual do veículo e conferir as revisões que foram feitas. Lá estará marcado a quilometragem das revisões e você poderá conferir com o hodômetro atual para ver se houve adulteração.

4. Faça uma avaliação estética e mecânica do veículo

Nunca é possível saber 100% se um carro seminovo está em excelentes condições ou não, mas dá para ter uma boa ideia prestando atenção em alguns detalhes, como uma avaliação estética e mecânica, por exemplo.

Quando for olhar o carro, preste atenção se há uma uniformidade de cores e encaixe nas placas exteriores, veja se não há algum defeito ou algo que indique que foi feita uma reforma recente por ali.

Se possível, leve um mecânico ou preste atenção no barulho do motor quando ligar o carro para saber se há ou não alguma coisa errada. Durante o Test Drive, analise com cuidado o tempo de resposta do carro, se ele puxa ou não e qualquer outro detalhe que possa comunicar algo sobre seu desempenho.

motor 1.8

5. Tente comprar carro usado em um lugar confiável

É verdade que existe muita gente aplicando golpes e enganando o consumidor no mercado de carros seminovos. Mas isso não significa que todos no mercado são assim. Pelo contrário: existem muitos lugares honestos fazendo negócios.

Diante disso, busque comprar carro usado em uma loja que seja confiável, que tenha a documentação regularizada, que apresente todos os papéis relacionados ao veículo e que cumpra todos os procedimentos certinho.

Lembre-se de que um carro usado é mais barato que um novo, mas caso você não tome os devidos cuidados, pode acabar pagando mais.

Por esse motivo, vale mais a pena comprar com alguém confiável do que correr o risco de depois perder o veículo ou acabar gastando um dinheiro que não se tem em reformas e manutenções, por conta de uma fraude.

Seguindo as 5 dicas que listamos aqui, você poderá comprar carro usado sem correr o risco de ser enganado. Assim, voltará para casa feliz com o seu novo automóvel e poderá fazer uso dele sem preocupações!

Está preparado para comprar carro usado? Então entre em contato com a gente. Aqui na NoxCar você encontra veículos seminovos com garantia estendida, laudo de procedência, mecânica própria e garantia de fábrica, além de outras vantagens e compromissos de qualidade!